terça, 20 de novembro de 2018

Comissão Científica

A Comissão Científica do V Congresso Internacional de Educação Ambiental dos Países e Comunidades de Língua Portuguesa está representada por elementos que se distribuem pelos diferentes Eixos Temáticos.

Eixo Temático 1
Educação ambiental como resposta às alterações climáticas e aos riscos e desastres ambientais

s200 pablo ngel.meira cartea

Pablo Meira (Galiza) | Universidade de Santiago de Compostela

Docente. Doutor en Ciencias da Educación e Profesor Titular de Educación Ambiental (EA) na Universidade de Santiago de Compostela. As súa investigación céntrase nos fundamentos teóricos e ideolóxicos da EA, a educación e a comunicación relativa ao cambio climático e o desenvolvemento estratéxico da EA. É autor de dous centos de monografías e artigos especializados. Premio María Barbeito de Investigación Pedagóxica no ano 2009. Ex-presidente e fundador da Sociedade Galega de Educación Ambiental.

Viriato Luís Soares Cassamá

Viriato Luís Soares Cassamá | MADS

Doutorando em Engenharia Florestal na área de Detecção Remota Ambiental e Alterações Climáticas no Instituto Superior de Agronomia (ISA) da Universidade Técnica de Lisboa (UTL);Mestre em Georrecursos (Gestão dos Recursos Naturais), área científica (Geossistemas) pelo Instituto Superior Técnico (IST) da Universidade Técnica de Lisboa (UTL)– Setembro de 2006;Curso na Academia de Adaptação às Alterações Climáticas, Universidade de Oxford, Reino Unido, 2013;Licenciado em Engenharia do Ambiente, ramo ambiente pela Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) da Universidade Nova de Lisboa (UNL); 1996/1997 –Director Geral do Ambiente e Ponto Focal da Convenção Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas; Coordenador Nacional do Grupo de Trabalho REDD, no âmbito da UNFCCC, 2015; Coordenador do Projecto “Reforço de Resiliência e da capacidade de Adaptação dos sectores agrário e hídrico as alterações climáticas na Guiné-Bissau” PNUD/GEF.

Irineu Tamaio

Irineu Tamaio (Brasil) 

Possui doutorado em Desenvolvimento Sustentável pela Universidade de Brasília-UnB - área de concentração: Política Pública de Educação Ambiental, mestrado em Geociências - área Educação aplicada às Geociências, pela Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP e graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo-PUC/SP. Professor Adjunto IV do curso de Gestão Ambiental da Universidade de Brasília - UnB e no Programa de Pós-Graduação em Gestão e Regulação de Recurso Hídricos da UnB, pesquisador no Grupo Pesquisador em Educação Ambiental, Comunicação e Arte (GPEA)- UFMT. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Meio Ambiente, atuando principalmente nos seguintes temas: Formação docente em Educação Ambiental, Educação Ambiental e Mudanças Climáticas; Educação Ambiental e História Ambiental.

alexandre cabral

Alexandre Cabral (Guiné-Bissau)

Mestre em Ciências Técnicas – Engº Químico e Tecnológo de Petróleo e Gás, Especialista do Ambiente (Alterações Climáticas). Atualmente é Especialista / Analista do Ambiente, Energia e Desenvolvimento Sustentável no Centro Nacional de Coordenação do Mecanismo de Resposta a Alerta Precoce – CEDEAO / Governo da Guiné – Bissau. Desempenhou as Funções de Diretor Nacional do Projeto “Utilização Racional do Património Florestal” (Carbonização) FAO/GB  e sobre as Alterações Climáticas na Guiné – Bissau – PNUD/GEF nas suas diferentes fases. Desempenhou também as funções de Diretor Geral do Ambiente/ Ministério do Recursos Naturais e do Ambiente. Foi Ponto Focal Nacional UNFCCC (Convenção Quadro das Nações Unidas sobre MAlterações Climáticas). É, atualmente, professor na Universidade Lusófona da Guiné – Gestão Ambiental.

Luísa Schmidt 1

Luisa Schmidt (Portugal)  | Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa

Socióloga, investigadora principal no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, onde coordena o OBSERVA - Observatório de Ambiente, Território e Sociedade. É membro do Conselho Nacional de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e do European Environment Advisory Council. Integra o Comité Científico do Programa Doutoral interdisciplinar em “Alterações Climáticas e Políticas de Desenvolvimento Sustentável” iniciado em 2009. Autora de vários artigos e livros; colaboradora regular do Jornal Expresso. Entre os seus livros mais recentes destaca-se “Ambientes de Mudança: erros, mentiras e conquistas”, Ed. Temas e Debates, Lisboa 2016. Recebeu o Prémio Ciência Viva Media 2016.

Sónia Silva

Sónia Silva (Cabo Verde) 

Licenciada em Geologia pela Universidade de Lisboa, Mestre em Geociências, especialização em Ambiente e Ordenamento do Território pela Universidade de Coimbra, Doutora em Engenharia Geológica, especialização em Geologia do Ambiente e Ordenamento do Território. Professora Auxiliar da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Cabo Verde nas áreas da Geologia, Geologia de Cabo Verde, Riscos Geológicos, Impactes Ambientais, Geologia de Campo, SIG  e Cartografia Geológica. Docente no Ensino Superior, tendo exercido vários cargos como Coordenadora do Curso de Ciências Naturais e Geologia, Direcção dos Serviços Académicos, Vogal Administrativa do Departamento de Ciência e Tecnologia e  Pró-Reitora para a Pós-Graduação e Investigação. Investigadora em projectos de investigação nas áreas da Geologia, Geotécnia, Vulcanologia, Riscos Naturais e Geologia Marinha. Consultora em Estudos de Impacte Ambiental, Geologia e Riscos Geológicos.

Eixo Temático 2
Educação Ambiental nos equipamentos, conservação e gestão ambiental

Alfredo Simão da Silva

Alfredo Simão da Silva (Guiné-Bissau) | UICB GB

Geógrafo de formação, Licenciado pela Universidade de Havana, Cuba; MSc. em Geografia/SIG e Diplomado com DEA (Diploma de Estudos Aprofundados) pala Universidade de Bretagne Ocidental, Brest, França. Especialista em Sistema de Informação Geográfica e Gestão Costeira, Antigo director do Gabinete de Planificação Costeira, Antigo Presidente da Rede Regional das Áreas Protegidas Marinhas na Africa Ocidental, Membro da Comissão Mundial das Áreas Protegidas, ex- Director Geral do Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas da Guiné-Bissau (IBAP). Actualmente é Chefe de Programa da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) na Guiné-Bissau. Autor e co-autor de várias publicações e artigos científicos, nomeadamente sobre o ambiente, SIG, biodiversidade e as áreas protegidas.

 Boli2016

Araceli Serantes (Galiza) | Universidade da Corunha

Professora da Universidade da Coruña. Especialista em Equipamentos (centros) para a Educação Ambiental, âmbito do meu trabalho de Tese de Doutoramento. Membro desde 2004 do Seminário Permanente de Equipamentos do CENEAM (Centro Nacional de Educación Ambiental); dinamizo esta área na SGEA (Sociedade Galega de Educación Ambiental). Durante 10 anos esteve ligada professionalmente com CEIDA (centro de referencia na Galiza). Dirige em parceria a revista ambientalMENTE sustentable.

helena freitas

Helena Freitas (Portugal) | Universidade de Coimbra

Doutorada em Ecologia pela Universidade de Coimbra (1993), em colaboração com a Universidade de Bielefeld, Alemanha, e realizou um pós-doutoramento na Universidade de Stanford, EUA (1994/1996). É Professora Catedrática do Departamento de Ciências da Vida da Universidade de Coimbra desde 2003 e detentora da Cátedra Unesco em Biodiversidade e Conservação para o Desenvolvimento Sustentável. Foi Directora do Jardim Botânico da Universidade de Coimbra (2004-2012) e Vice-Reitora da mesma Universidade (2011-2015). Foi Presidente da Liga para a Protecção da Natureza entre 1999 e 2002, primeira Provedora do Ambiente e Qualidade de Vida de Coimbra (2002-2005), Presidente da Sociedade Portuguesa de Ecologia (2004-2012) e Vice-Presidente da Federação Europeia de Ecologia (2009-2012). É Coordenadora do Centro de Ecologia Funcional, uma unidade de investigação no âmbito das Ciências Biológicas e Ambiente.  Entre 23 de Outubro de 2015 e 10 de Março de 2016 foi Deputada à Assembleia da República. Entre 10 de Março de 2016 e 18 de Julho de 2017 foi Coordenadora da Unidade de Missão para a Valorização do Interior.

JPM

João Madeira (Cabo Verde) | Universidade de Cabo Verde

Doutor em Ciências Sociais pela Universidade de Lisboa (ISCSP-UL). Professor auxiliar da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV). Investigador do Centro de Administração e Políticas Públicas (CAPP-ISCSP-UL) e do Centro de Investigação em Ciências Sociais e Políticas (CICSP-Uni-CV). Obteve em 2009 o Prémio UTL/Santander Totta, «Melhores Estudantes da UTL», relativo ao ano letivo de 2008/09, após conclusão do Mestrado em Estudos Africanos com a tese: A Gestão do Espaço e da Propriedade Tradicional no Arquipélago dos Bijagós. Foi Bolseiro de Doutoramento da Fundação para a Ciência e Tecnologia e, em 2018, Bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian de Pós-Doutoramento no âmbito da Rede de Estudos Ambientais em Países de Língua Portuguesa (REALP). Foi docente em 2017 no doutoramento em Gestão de Políticas Ambientais (GPA) na Uni-CV no âmbito do programa da REALP.

 Mario Freitas

Mário Freitas (Portugal/Brasil) | Universidade do Estado de Santa Catarina

Docente. Graduação em Biologia e Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado em Educação. Professor aposentado da Universidade do Minho, professor permanente voluntário no Mestrado Profissional em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental da Universidade do Estado de Santa Catarina. Pesquisador em Gestão de Risco (bolsista da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de Santa Catarina), Gestão Ambiental e Educação Ambiental.

 Mayer antonio

Meyer António (São Tomé e Príncipe) |  Direção-Geral das Florestas

Direção das florestas de São Tomé e Príncipe. Licenciou-se em Engenharia Florestal na Universidade de Pinar del Rio (2009, Cuba). Mestrado em Manejo e Gestão Integrada de Florestas e Territórios tropicais na ERAIFT (2014, República Democrática de Congo). Participou em diversos encontros nacionais e internacionais sobre a gestão florestal e da biodiversidade. É actualmente responsável pela sensibilização da Direcção das Florestas, Ponto Focal da Convenção Ramsar, correspondente principal do Observatório das Florestas de África Central (OFAC) e membro da equipa nacional da Comissão das Florestas da África Central.  

 sara carvalho

Sara Carvalho (Portugal/Galiza) 

É investigadora de pós-doutoramento em Educação Ambiental na Universidade de Aveiro (UA), como bolseira da Fundação para a Ciência e Tecnologia, pertencendo ao Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM-UA). Doutorada em Educação Ambiental pela Universidade de Santiago de Compostela, tendo ganho o prémio extraordinário de doutoramento 2015/2016. Com experiência formativa e investigativa de quase 20 anos, atualmente faz parte dos órgãos sociais da Associação ASPEA. É revisora de revistas internacionais na área ambiental. As principais áreas de investigação: são os equipamentos para a educação ambiental (EqEA); EqEA e intervenção comunitária; Educação para as Alterações Climáticas.

 

Eixo Temático 3
Educação Ambiental no sistema educativo
  
 agostinho cachapa

Agostinho Cachapa (Angola) 

Licenciado em Ciências Pedagógicas, especialidade: Química, pela Universidade Pedagógica de Havana, na República de Cuba, em 1992. Doutorado em Ciências Químicas, pela Universidade de La Laguna, no Reino de Espanha, em 2005. Professor Associado da Universidade Mandume ya Ndemufayo. Linha de investigação: Água e Qualidade Ambiental.

Antero Benedito
Antero Benedito (Timor-Leste)
 
Antero Benedito da Silva, graduated Masters of Philosophy (MPhil) in Peace Studies, Trinity College in Ireland in 2005, and Masters of Business (MBS) in Cooperative Social Enterprise, from the National University College Cork, Republic of Ireland in 2008. In 2012, Mr. Da Silva graduated PhD in Education for Peace (with Justice), University of New England, Austrália. He is the founding member of Kdadalak Sulimutuk Institute and Institutu ba Estudu Dame Konflitu no Sosial (IEDKS), and is the current Director of post graduate in peace studies at the UNTL (Universidade Nacional Timor-Lorosae). Mr. Da Silva hás been a permanent lecturer of the Community Development Department of UNTL since 2006, and his current research interests are the transformative peace and environmental education, with particular topics such as integrating ecology into Early Childhood Education, Ecological tourism and Eco Agrarian reform in Timor Leste. To link Peace building to local communities, he has just initiated the establishment of a Peace Centre Resource Centre located in the indigenous and remote Lolein community of Aldeia Namalay, some 45 minutes of land trip from Dili, the capital aimed to promote Solidarity Fulidaidai Community Based Economia Zone.
 
fatima barbosa oliveira

Fátima Barbosa Oliveira (Guiné-Bissau) | Instituto Nacional de Educação

 Licenciou-se em Pedagogia pela Universidade Kliment Okhridski, Sófia na Bulgária, desde 1982 com o grau académico de  “Master of Arts". Atualmente Directora-geral do Instituto Nacional para o Desenvolvimento da Educação-INDE, desde 2014, Instituto que já havia dirigido de 1998 a 2000 em concomitância com a coordenação pedagógica da primeira reforma curricular do Ensino Básico. Foi docente no Curso de Educação de Infância na Universidade Católica de Bissau, faculdade de Ciências de Educação. Foi Professora de cursos de formação em serviço de professores do Ensino Básico e da formação inicial na Escola Normal Superior Tchico Te e na ENEFD ambas em Bissau. Fez Consultoria para a PLAN Internacional na área da educação em 2004-2005. Foi Conselheira Sénior pelos programas de educação da SNV Netherlands Development Organisation, de 2005 a 2011. Foi ainda Ministra da Educação, Juventude Cultura  Desportos  de 2003 a 2004. Fez formação complementar em Currículo, redação e avaliação de manuais escolares, em Bouaké na Costa do Marfim e Desenvolvimento Curricular na Universidade de Campinas no Estado de São Paulo no Brasil, e do ensino do  Português- metodologia de Língua Segunda, no Instituto de Língua e Cultura Portuguesa-ICALP com acompanhamento da ESE de Setúbal em Portugal.

Mami estrela

Mami Estrela (Cabo Verde) | Universidade de Cabo Verde

Docente na Universidade de Cabo Verde, faculdade de Ciências Sociais, Humanas e Artes, na ilha de S. Vicente.  Fez os estudos universitários em Lisboa e no Rio de Janeiro, na área das Ciências de Educação e o Master in Business Administration  no INDEG – ISCTE. Frequenta, em fase de tese, o programa doutoral em Ciências da Educação na FPCE da Universidade do Porto.Tem colaborado com a ONG Atelier Mar em inúmeros projectos de Desenvolvimento Sociocomunitário e de Educação, com temáticas ambientais e de economia solidária, procurando a valorização de recursos endógenos e promoção de mudanças sociais positivas.

mauro guimarães

Mauro Guimarães (Brasil) 

Graduado em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1986), Especialista em Ciências Ambientais pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1991), Mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense (1996) e Doutor em Ciências Sociais pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2003).Pós Doutoramento em Educação na Universidade Federal de Mato Grosso (2015). Professor pesquisador do Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Ambiental, Diversidade e Sustentabilidade (GEPEADS). Coordenador do GT 22 de Educação Ambiental na ANPEd (2013-2015). Atuação na área de Educação Ambiental, palestrante, autor de livros e artigos na área.

2marilia andrade

Marília Torales Campos (Brasil) 

Professora Associada da Universidade Federal do Paraná (UFPR). DOUTORA em Ciências da Educação (Programa Interuniversitario em Educação Ambiental) pela Universidade de Santiago de Compostela-Espanha (2006). Possui formação de PÓS-DOUTORADO (2008) no Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental da Fundação Universidade Federal do Rio Grande (PPGEA-FURG), e PÓS-DOUTORADO (2007) no Grupo SEPA-Interea da Universidade de Santiago de Compostela. Possui GRADUAÇÃO em Pedagogia e MESTRADO em Educação Ambiental (2001) pela Fundação Universidade Federal do Rio. É vice-lider do Grupo de Pesquisa Ambiente, Sociedade e Educação na (UFPR). Atualmente realiza estágio de PÓS-DOUTORADO na Universidade do Québec em Montreal - UQAM (2017-2018). É pesquisadora associada do Centre de recherche en éducation et formation relatives à lenvironnement et à lécocitoyenneté da Universidade do Quebéc em Montreal (Canadá). Membro da equipe Internacional do Projeto RESCLIMA, liderado pela Universidade de Santiago de Compostela (Espanha). Autora de livros, artigos, capítulos de livros e resumos no campo da Educação Ambiental e das políticas de formação de professores.

 Mário Acácio

Mário Oliveira (Portugal) | Instituto Politécnico de Leiria

Professor Adjunto da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria, instituição onde leciona a unidade curricular “Educação Ambiental” e realiza atividade de investigação subordinada à “História do Ambiente, Cidadania e Educação Ambiental”.É doutorando em Educação Ambiental, mestre em Mineralurgia e Planeamento Mineiro e licenciado em Geologia. Possui o título de especialista em Proteção do Ambiente – Educação Ambiental. De há mais de duas décadas à presente data, na qualidade de docente, técnico superior do Ministério do Ambiente ou voluntário em ONGA (Organizações não Governamentais de Ambiente), tem coordenado/implementado um vasto conjunto iniciativas e projetos de Educação Ambiental, nacionais e internacionais. É autor e coautor de artigos científicos, livros e documentação de natureza pedagógico-ambiental. É Presidente da Oikos – Associação de Defesa do Ambiente e do Património da Região de Leiria, ONGA a que pertence há mais de duas décadas, e representante das ONGA em diversos organismos públicos de âmbito local e regional.

Odete Semedo

Odete Semedo (Guiné-Bissau) | INEP

Doutora em Letras (Literaturas de Língua Portuguesa), PUCMINAS – Brasil. é investigadora Sénior Permanente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa (INEP), professora da Universidade Amílcar Cabral (UAC). É escritora com obras e artigos publicados no país e no estrangeiro; Membro do Conselho Consultivo da Coleção Estudos Africanos do Centro de Estudos Africanos da UFMG (CEA/ UFMG) e do Conselho Consultivo e de Avaliação Externa do Doutoramento em Patrimónios de Influência Portuguesa. Investigadora associada do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra, é Coordenadora da coleção Literária KEBUR II e da Série Palavras de Mulher, estudo biográfico de mulheres. Desempenhou as funções de Ministra da Educação Nacional, de Presidente da Comissão Nacional da UNESCO- Guiné-Bissau e de Reitora da Universidade Amílcar Cabral (UAC).

Olga Santos

Olga Pinto Santos (Portugal) | Instituto Politécnico de Leiria

Professor Adjunto em regime de exclusividade na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria; Doutora em Educação Especial pela Faculdade de Educação da Universidade de Salamanca; A redigir tese para obtenção do Mestrado em Educação Ambiental; Formadora acreditada pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua na área da Educação Especial e das Ciências da natureza; Participou em vários projetos nacionais e internacionais; Várias publicações na área da Educação Especial e Educação Ambiental.

 

Eixo Temático 4
Educação Ambiental na valorização socioeconómica das comunidades locais

Brigida Rocha
Brigida Brito (Portugal) 
Professora Associada na Universidade Autónoma de Lisboa e Professora Auxiliar Convidada da Universidade da Beira Interior. Licenciatura (Ambiente e Relações Internacionais; Cooperação Internacional; Mundo Contemporâneo); Mestrado (Dinâmicas Sociais Transnacionais); Doutoramento (Seminário de Investigação). Subdiretora de Janus.net, e-journal of international relations e membro da direção do OBSERVARE, Observatório de Relações Exteriores. Doutorada e Mestre em Estudos Africanos, socióloga com Pós Doutoramento concluído sobre Educação Ambiental em contexto insular africano. Consultora externa de organizações internacionais e ONGs na realização de diagnósticos para a implementação de projetos de desenvolvimento e na avaliação intercalar e final. É associada da ASPEA e membro da Assembleia Geral.
 EugÃnio Neves 1

Eugénio Neves (São Tomé e Príncipe)  | Universidade de São Tomé e Príncipe

 Licenciou-se em Turismo na Universidade Blaise Pascal em Clermont-Ferrand (2001, França) e tirou o mestrado em Educação Ambiental no IPB-Portugal e USTP-São Tomé (2014). Percurso profissional, é quadro da Universidade pública de São Tomé e Príncipe onde exerce funções de Coordenador dos cursos de Turismo e Gestão Hoteleira. É assistente técnico para área do turismo do projeto PAPAC-GEF e Secretário-geral da Plataforma de Turismo Responsável e Sustentável de STP. Participou em diversos encontros nacionais e internacionais sobre o Turismo Sustentável e a gestão sustentável da biodiversidade. É também responsável de operações do operador turístico Mistral Voyages.
 Joaquim Lusofono2

Joaquim Ramos Pinto (Portugal) | Associação Portuguesa de Educação Ambiental

Licenciado em Educação do Ensino Básico pela Universidade de Aveiro; Diploma de Estudos Avançados obtido pela Universidade de Santiago de Compostela, onde frequenta a etapa de tese de doutoramento no âmbito do Programa Interuniversitário de Doutoramento em Educação Ambiental. Professor em mobilidade ao abrigo do protocolo entre o Ministério da Educação e Ministério do Ambiente. Coordenou várias jornadas e conferências de E.A. de âmbito nacional e internacional, tendo publicado vários artigos em revistas e jornais no âmbito de projetos e investigações que desenvolveu. É, atualmente, presidente da Associação Portuguesa de Educação Ambiental.

 

Eixo Temático 5
Educação Ambiental como contributo para a conservação dos valores e saberes tradicionais

 german calejas

German Vargas (Galiza) | Universidade de Santiago de Compostela

Doctor en Ciencias de la Educación, docente e investigador en la Universidad de Santiago de Compostela, Facultad de Ciencias de la Educación, Departamento de Pedagogía y Didáctica; miembro del grupo de investigación “Pedagogía Social y Educación Ambiental” (SEPA-Interea). Autor de publicaciones científicas enfocadas desde una perspectiva educativa, en el ámbito de los procesos de desarrollo, la pobreza, los pueblos indígenas, la construcción de la comunidad, la participación ciudadana, la educación ambiental y la cultura de la sostenibilidad. Profesor visitante y conferenciante en universidades de Europa, América y África (Alemania, Reino Unido, Portugal, Brasil, Colombia, México, Cuba, República Dominicana, Canadá y San Tomé y Príncipe).

2josecapitango
José Capitango (Angola) 

Natural de Catabola, Província do Bié, nascido a 2 de Setembro de 1963 e residente em Luanda Angola. Docente do Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED LUANDA) e Doutorando em Educação na Universidade de Santiago de Compostela Espanha.

michele sato
Michèle Sato (Brasil) |Universidade Federal de Mato Grosso

Professora e pesquisadora do Grupo Pesquisador em Educação Ambiental, Comunicação e Arte (GPEA) da Universidade Federal de Mato Grosso, atualmente envolvida em projetos relacionados com a Justiça Climática. Possui diversas experiências no campo da pesquisa em “arte-educação-ambiental”. Foi uma das fundadoras da Rede Lusófona de Educação Ambiental, que agregou os 8 países e comunidades falantes da Língua Portuguesa.

Miguel de Barros2018

Miguel de Barros (Guiné-Bissau) 

Sociólogo especializado na área do planeamento e investigador. Desde 2012 desempenha as funções de diretor executivo da ONG ambientalista Tiniguena, preside o Comitê Nacional dos membros da UICN e é co-fundador do Centro de Estudos Sociais Amílcar Cabral – CESAC, do qual é coordenador da Célula de Pesquisa sobre História, Antropologia e Sociologia.É autor de vários livros, entre os quais A Sociedade Civil e o Estado na Guiné-Bissau: dinâmicas desafios e perspetivas (2015), Media freedom and right to information in Africa (2015), em co-autoria com L. Bussotti T. Gratz, O Impacto do Voluntariado na Guiné-Bissau (2014), Sociedade Civil, Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (2014) em co-autoria com C. Carvalho, A Participação das Mulheres na Política e na Tomada de Decisão na Guiné-Bissau: da consciência, perceção à prática política (2013), em co-autoria com Odete Semedo, e coordenou a edição da Revista Guineense de Ciências Sociais Soronda Juventude e Transformações Sociais na Guiné-Bissau (2015).

 raimundo alberto mulhaisse

Raimundo Alberto Mulhaisse 

Licenciado em Ensino de Geografia (UP), Mestrado em Educação & Currícula (USP) e Doutorado em Geografia (UP). Actua como docente universitário desde 1996. Actualmente é Professor Auxiliar na Universidade Peagógica (Delegação da Beira) e Director do Centro de Estudos de Desenvolvimento Comunitário e Ambiente (CEDECA) da Universidade Pedagógica (UP) desde 2007. Suas pesquisas envolvem especialmente as Áreas de Conservação e os Direitos Socio-ambientais, com ênfase nos seguintes temas: conflitos sociais, saberes locais e comunidades no paradigma de inclusão. Desenvolve as actividades de pesquisa no Núcleo de Pesquisa e Extensão em Conservação da Biodiversidade do CEDECA.

 

Eixo Temático 6
Educação Ambiental como estratégia de apoio a programas de bem-estar, saúde e alimentação

 Marcelo

Marcelo D´Almeida (Guiné)

Licenciado em Economia e Especializado em Comércio Externo Pela Universidade de Havana, Cuba, desde 1983. Exercendo desde 2014 até a data presente a função do Director Geral da Cooperação Internacional no Ministério dos Negócios Estrangeiros da Cooperação Internacional e das Comunidades.

Lucia Imaxe 2017 
 
Lucia Iglésias (Galiza) 
 
Pedagoga de formação, doutora em Ciências da Educação. Professora na Universidade de Santiago de Compostela, Galiza, na titulação de Educação Social. A sua pesquisa centrasse na representação social do cambio climático, e nomeadamente sobre as diferenças de gênero na percepção, e ação das pessoas. Membro da Sociedade Galega de Educação Ambiental. 
 Marcus sorrentino

Marcos Sorrentino (Brasil) 

Biólogo (1981), Pedagogo (1984), e mestre em Educação (1988) pela Universidade Federal de São Carlos. Doutor em Educação (1995) pela Universidade de São Paulo - USP, e pós doutor no Departamento de Psicologia Social da USP (1999) e no Centro de Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Brasília (2010), onde também foi pesquisador colaborador. Foi Diretor de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente de abril de 2003 a junho de 2008. De outubro de 2012 a março de 2014 foi assessor especial do Ministro da Educação, para a construção da política ambiental do MEC. Participa, desde os anos anos 70, de entidades ambientalistas, de cidadania e de educação ambiental. De 1985 a 1988 foi docente no Departamento de Educação na UNESP, campus de Assis. Desde 1988, no Departamento de Ciências Florestais da ESALQ/USP, atualmente como professor livre-docente (2011), coordena o Laboratório de Educação e Política Ambiental (Oca) . Em 2018 iniciou pesquisa sobre políticas públicas de Educação Ambiental em colaboração com a Universidade de A Coruña e com o CEIDA - Centro de Extensão Universitária e Documentação Ambiental de Galícia.

Boletim Informativo

Agenda

November 2018
S M T W T F S
28 29 30 31 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 1